Famosa pintura óleo por feita Michelangelo chamada: A criação de Adão

A obra depois da restauração: ficou conhecida por: O presente de Adão. com a entrega da primeira cueca da história da humanidade

Essa obra faz parte do teto da capela sistina em Roma. Deus é representado como um ancião barbudo envolto em um manto que divide com alguns anjos. Seu braço esquerdo esta abraçado a uma figura feminina, normalmente interpretada como Eva – que ainda não foi criada e, figuradamente, espera no céu para ganhar uma forma humana. O braço direito de Deus está esticado para criar o poder da vida de seu próprio dedo para Adão, o qual esta com o braço esquerdo estendido em contraposição ao do criador. Os dedos de Adão e de Deus estão separados por uma pequena distância.

A composição é obviamente artística e não literal, já que Adão é capaz de alcançar Deus mesmo antes de ter ganhado vida. Pela mesma razão, Eva é vista representada antes de sua própria criação. Esse motivo levou algumas pessoas a acreditar que a figura feminina fosse a primeira esposa mística de Adão, Lilith; Entretanto, essa interpretação não faz o menor sentido por Lilith também ter sido criada depois de Adão.

As posições de Deus e Adão, a pintura do braço direito de Deus e esquerdo de Adão são quase idênticas e representam o fato de que, como diz Gênesis 1:27, Deus criou o homem a sua imagem e semelhança. O dedo indicador de Adão, a mais famosa representação do afresco, não é de fato um trabalho de Michelangelo. Ele foi danificado durante reparos de um desabamento em meados do século XVI e foi repintado por um restaurador do Vaticano.
Famosa pintura óleo por feita Michelangelo chamada: A criação de Adão